LIGUE-NOS AGORA : +86 0579-85979720
  Bem Vindo Projetos FAQ Produtos Feedback Contatos
Now the location : Início / FAQ

1 – Eu tenho empresa o que faço para Importar?

Resposta: Uma vez com CNPJ e INSC é necessário que sua empresa esteja cadastrada na Receita Federal e na Alfandega, então sua empresa entrará no processo de emissão de RADAR Comercial. A partir dai sua empresa poderá importar e exportar se for de sua pretenção, mas a habilitação pode servir para as duas atividades. O processo de abertura do RADAR é gratuito, basta você procurar a Alfândega que na repartição o agente alfandegário irá lhe dar todas as instruções.

2- O que é RADAR SIMPLICADO E RADAR ORDINÁRIO?

Resposta: RADAR SIMPLIFICADO , esta classificação tem haver com a quantia em USD que uma companhia pode importar ou exportar a cada 6 meses. O valor esta compreendido em 150.000,00 $ para importação e 300.000,00 $ para exportação. Já o RADAR ORDINÁRIO, compreende que esta empresa esta qualificada a fazer operações além do valor do RADAR SIMPLIFICADO, no entanto a empresa passa por uma inspeção fiscal para poder obter o mesmo. Nos dois quadros a empresa pretendente deve estar em dias com a receita e sua obrigações fiscais.

3- O que siginifica as siglas FCL e LCL?

Resposta: FCL – do Inglês Full Container Loaded – os armadores e transportadoras usam esta sigla para identificar containers, esta significa que o container esta cheio e LCL – do inglês Lower Container Loaded – siginifica que o container não está com a sua capacidade em CBM e peso completa.

4 – Qual é a capacidade em Peso e CBM dos containers de 20 e 40 HQ?

Resposta: Ambos containers tem capacidade de peso limite de 27 TONs, no entanto, essa capacidade é o peso limite para as transportadoras terrestres, aqui na China quando essa capacidade e alcançada e cobrado uma taxa de escedente de peso pelo container, para os armadores, o peso Limite por container ficou estabelecido em 18 TONs, isso significa que até ai não há taxas de excedente de peso, para os portos em geral o admitido e 25 TON em ambos containers 20 e 40HQ. Entretanto, o que os diferencia e a capacidade em metros cúbicos que cada um comporta. O container de 20 pés está limitado a 26 a 28 CBM e o de 40 HQ está limitado de 66 a 68 CBM.

5- O que código NCM/SH?

Resposta: NCM significa "Nomenclatura Comum do Mercosul" e trata-se de um código de oito dígitos estabelecido pelo Governo Brasileiro para identificar a natureza das mercadorias e promover o desenvolvimento do comércio internacional, além de facilitar a coleta e análise das estatísticas do comércio exterior.
Qualquer mercadoria, importada ou comprada no Brasil, deve ter um código NCM na sua documentação legal (nota fiscal, livros legais, etc.), cujo objetivo é classificar os itens de acordo com regulamentos do Mercosul.
A NCM foi adotada em janeiro de 1995 pela Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai e tem como base o SH (Sistema Harmonizado de Designação e Codificação de Mercadorias). Por esse motivo existe a sigla NCM/SH.
O SH é um método internacional de classificação de mercadorias que contém uma estrutura de códigos com a descrição de características específicas dos produtos, como por exemplo, origem do produto, materiais que o compõe e sua aplicação.
Dos oito dígitos que compõem a NCM, os seis primeiros são classificações do SH. Os dois últimos dígitos fazem parte das especificações próprias do Mercosul.


Uma pesquisa pelo código NCM 7220.12.90 permite determinar que se trata de:
72 – Ferro Fundido, Ferro e Aço
7220 – Ferro Fundido Simples Laminado Quente.
722012 – ...De Espessura inferior a 4.75mm.
7220.12.90 – Outros.
A classificação fiscal de mercadorias é de competência da SRF (Secretaria da Receita Federal). A partir do dia 1 de Janeiro de 2010 passou a ser obrigatória a inclusão da categorização NCM/SH dos produtos nos documentos fiscais.
6 – Qual é a função de um Despachante Aduaneiro?
Resposta: O despachante aduaneiro e seus ajudantes podem praticar em nome dos seus representados os atos relacionados com o despacho aduaneiro de bens ou de mercadorias,  transportados por qualquer via, na importação ou na exportação.
A principal função do despachante aduaneiro é a formulação da declaração aduaneira de importação ou de exportação, que nada mais é que a proposição da destinação a ser dada aos bens submetidos ao controle aduaneiro, indicando o regime aduaneiro a aplicar às mercadorias e comunicando os elementos exigidos pela Aduana para aplicação desse regime.
A verificação da mercadoria, para sua identificação ou quantificação, quando necessária, exceto em casos excepcionais, é realizada na presença do importador ou de seu representante, nesse caso, o despachante aduaneiro, podendo este recebê-la após o seu desembaraço.
Para que o despachante aduaneiro possa atuar como representante de uma empresa para a prática dos atos relacionados com o despacho aduaneiro, ele deve, primeiramente, ser credenciado no Sistema Integrado de Comércio Exterior (Siscomex) pelo responsável legal pela pessoa jurídica, o qual também já deverá ter providenciado sua habilitação para utilizar o Siscomex .


 

Copyright © 2015 Cardoso Consultoria .All Rights Reserved.
Endereço Escritório: Yìwu City, Bei Yuan Jie Dao, Siji Siqu 41 Dong 1 Dan Yuan .    E-mail: cardoso@cardosoconsultoria.com   
Tel:0086 0579 85979720        Telefone Móvel: 00 86 131 0559 4911   Whatsapp / Wechat